Clubhouse deixa de fora pessoas com deficiência auditiva

26/02/2021 - Saúde auditiva

Lançado no ano passado, o aplicativo de rede social para bate-papo de áudio Clubhouse tornou-se uma febre com a pandemia da covid-19. Avaliado em US$ 1 bilhão e disponível somente para convidados, o aplicativo ignora mensagens de texto ou de fotos e sofre com a falta de recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência (PCDs). Ou seja, pessoas com deficiência auditiva não conseguirão interagir com a rede social do momento.

Outras redes sociais, que apostam em conteúdo visual, como Facebook, YouTube e Instagram, oferecem alternativas de interação para pessoas com deficiência auditiva ou visual, incluindo legendas automáticas de áudios e vídeos. Até mesmo ferramentas de videoconferência, como o Zoom e o Google Meets, por exemplo, disponibilizam serviços de acessibilidade, como a possibilidade de legendas em tempo real.

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, a escritora e cientista social Paula Pfeifer, autora de Crônicas da Surdez, criticou a falta de acessibilidade da nova plataforma de redes sociais. “Muito se fala em diversidade e inclusão hoje, porém, parece que para 99% das pessoas, diversidade e inclusão se resume apenas a raça e gênero”, afirmou.

Deficiência auditiva afeta mais de 400 milhões de pessoas

Em nota publicada no final de janeiro, os fundadores do Clubhouse afirmaram que estão trabalhando para incluir mais acessibilidade ao aplicativo, após uma nova rodada de financiamento. No entanto, eles não especificaram quais são as melhorias previstas para o aplicativo.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 466 milhões de pessoas, o equivalente a mais de 5% da população mundial, têm algum tipo de deficiência auditiva. No Brasil, a estimativa é que cerca de 30 milhões de pessoas sofrem com dificuldades de audição. E esse número vem crescendo. A OMS calcula que nos próximos anos cerca de 1,1 bilhão de jovens poderão desenvolver deficiência auditiva.

A perda auditiva pode ser congênita ou adquirida ao longo da vida. Entre as principais causas estão o envelhecimento natural do ser humano – a surdez ao envelhecer faz parte do processo degenerativo natural do ser humano. Outro fator é a exposição prolongada a ruídos elevados. Escutar música com fone de ouvido em alto volume por um longo período pode danificar as células sensoriais auditivas. Quando danificadas, essas células não se regeneram.

Aparelho auditivo é o tratamento mais indicado

O aparelho auditivo é o tratamento mais indicado para a perda auditiva. A prótese auditiva não restaura a audição, mas oferece ao usuário uma audição com excelente qualidade sonora. Atualmente os aparelhos auditivos são pequenos, discretos e praticamente imperceptíveis. Além disso, contam com uma série de funcionalidades, como conexão direta ou celular ou a televisão, por exemplo.

Referência em prevenção e reabilitação auditiva há quase 15 anos, a ParaOuvir Aparelhos Auditivos conta estrutura completa, equipamentos de última geração e uma equipe especializada de fonoaudiólogos. Tudo para oferecer aos nossos pacientes a melhor experiência auditiva possível, com conforto e preço justo.

A ParaOuvir está presente em cinco endereços em Brasília (DF): Pátio Brasil Shopping (Setor Comercial Sul), Edifício Via Brasil (Asa Sul), Centro Comercial Gilberto Salomão (Lago Sul), Hospital Anchieta (Taguatinga) e no Edifício Med Center (Asa Norte). Agende uma visita a uma de nossas unidades e mantenha-se em sintonia com o mundo dos sons!

Leia também: Será que é tarde demais para usar o aparelho auditivo?

Postagens recentes

Aparelhos auditivos

Procura por aparelhos auditivos cresce 61% no primeiro semestre

Depois de registrar queda no ano passado por causa da pandemia do novo coronavírus, a procura por aparelhos auditiv…

Saiba mais

Aparelhos auditivos

Qual a frequência ideal para a revisão do aparelho auditivo?

O aparelho auditivo é um equipamento formado por componentes eletrônicos de última geração. O dispositivo tem u…

Saiba mais

Saúde auditiva

Mais de 75% das pessoas que sofrem de zumbido não recebem tratamento

O zumbido no ouvido afeta milhares de pessoas de todas as idades. O problema é que a maioria absoluta das pessoas q…

Saiba mais
Voltar ao Blog

Nossas unidades Encontre a unidade mais próxima de você

Nossas unidades Encontre a unidade mais próxima de você

Asa Sul

SEP/Sul 710/910,Ed. Via Brasil, Lojas 42/44/46,
(61) 3443-1042. (61) 9 9928-8484

Lago Sul

Gilberto Salomão, QI 05, Bloco B – Loja 16
(61) 3248-1395 (61) 9 9809-8484

Taguatinga

ST C Norte AE 09 – Módulo B, Loja 07 – Centro Médico, Hospitalar Anchieta
(61) 3562-4313 (61) 9 9989-9911

Pátio Brasil

Setor Comercial Sul, Torre, Bloco A, 7º andar, Sala 701/703
(61) 3224-7075 (61) 9 9860-8484

Asa Norte

Ed. Med Center BLM Loja 40

(61) 3772-2600 (61) 9 8218-7170

Unidade Vitrium

Centro Médico Vitrium Setor de Grandes Áreas Sul 613/614 L2 Sul, S 05, ao lado do complexo do Hospital Sírio Libanês

(61) 3346-8725 | (61) 99970-3547

Entre em contato Fale conosco!