Como fazer um check up da audição

24/05/2019 - Aparelhos auditivos

  Somos impactados diariamente por um universo de sons e ruídos: barulho de trânsito, sirenes, alarmes, campainhas, TV, aparelhos de som. Muitas pessoas ainda passam grande parte do dia com um fone de ouvido na orelha em volume bem alto. Outras, são fãs de shows e adoram ficar perto do palco — bem do lado da caixa de som. Diante desse cenário, responda com sinceridade: no seu check-up anual, você costuma incluir a realização de um exame auditivo? Esse procedimento é extremamente importante para detectar de forma precoce uma perda auditiva. De modo geral, essa perda acontece de forma gradativa — certas vezes, por maus hábitos no decorrer da vida — de modo que o paciente sequer perceba que já não escuta tão bem. Exames preventivos, como a audiometria, conseguem avaliar a escuta do paciente em decibéis, indicando a necessidade de um tratamento ou não. Continue lendo o artigo para entender como é feito o check up da audição e para saber quando você deve procurar por um especialista. Acompanhe!

Como é feito o check-up da audição?

Para realizar um check-up da audição, o paciente deverá se consultar com um otorrinolaringologista — médico especializado no tratamento e prevenção de distúrbios e doenças da orelha, nariz, seios da face e garganta (faringe e laringe).

Leia também:

Como identificar os sinais da perda auditiva?

No caso de sinais de perda auditiva, o principal exame para avaliar o desempenho da audição é a audiometria. Para a realização do exame, o otorrinolaringologista encaminha o paciente para um fonoaudiólogo que dará todo o andamento no diagnóstico. Saiba mais sobre o exame a seguir!

Como é feito o exame de audiometria?

Existem dois tipos de exame de audiometria: tonal e vocal. Para a audiometria tonal, o paciente fica no interior de uma cabine utilizando fones de ouvido. O fonoaudiólogo, então, envia alguns sons em diversas frequências para que o paciente tente escutar. A partir daí, é testada a sua capacidade auditiva e o indivíduo é avaliado pela forma como responde a esses sons. A avaliação da sua capacidade auditiva é medida em decibéis, segundo a escala abaixo:
  • até 25 decibéis: audição normal;
  • de 26 a 40 decibéis: perda auditiva leve;
  • de 41 a 55 decibéis: perda moderada;
  • de 56 a 70 decibéis: moderadamente severa;
  • de 71 a 90 decibéis: perda de audição severa;
  • acima de 90 decibéis: perda profunda.
A audiometria vocal, por sua vez, é um exame complementar, no qual é testada a capacidade do paciente de compreender a fala humana e os diálogos do seu dia a dia. Semelhante ao exame de sons, o paciente deve repetir as palavras que escuta pelo fone de ouvido.   Tanto o exame vocal quanto o tonal são rápidos e indolores, exigindo do paciente, apenas, que siga as orientações do fonoaudiólogo e que responda com sinceridade a todas as perguntas feitas durante o exame.

Check-up auditivo em crianças

Após o teste da orelhinha, realizado logo na maternidade, muitas crianças deixam de passar por uma avaliação auditiva durante a infância. Esse descuido pode prejudicar — e muito — o desenvolvimento de fala e de compreensão da criança, repercutindo, principalmente, em sua vida escolar. Por isso, é indispensável dizer: crianças também podem ter perda auditiva e devem ir ao pediatra ou ao otorrino para realizar o exame auditivo. Recomenda-se, inclusive, que as próprias escolas exijam que o exame seja feito como requisito de matrícula. Um dos efeitos dessa iniciativa é o diagnóstico precoce de perda auditiva e de outros problemas auditivos comuns em crianças, como a otite. Com a detecção desses problemas ainda na infância, é possível minimizar os prejuízos e sequelas de uma surdez não tratada.

Leia também:

Perda auditiva em crianças: quais as principais causas?

Quem deve fazer o check up da audição?

Como dito no início deste artigo, todas as pessoas devem incluir o exame auditivo no seu check up anual ou em suas avaliações periódicas — desde crianças até idosos. Porém, se você se enquadra em algum dos casos abaixo, sua atenção a periodicidade dos exames auditivos deve ser redobrada: Para pessoas que têm predisposição a ter perda auditiva, em função da hereditariedade ou de doenças relacionadas, por exemplo, essa necessidade se faz ainda mais fundamental para o acompanhamento da saúde auditiva do paciente. Crianças com idade escolar também devem ser avaliadas anualmente para que não haja prejuízo em seu desempenho acadêmico, em caso de perda auditiva não diagnosticada e tratada. Para quem trabalha em ambientes ruidosos, está previsto por lei a realização da audiometria ocupacional no momento da contratação, a cada seis meses de trabalho, e em caso de desligamento do profissional. O objetivo do exame, nesses casos, é avaliar as alterações auditivas advindas do trabalho. E pessoas a partir dos 50 anos também devem dar uma especial atenção à sua saúde auditiva, visto que a perda de audição está frequentemente associada ao envelhecimento humano. Gostou do artigo? Leia também: Conheça algumas doenças correlacionadas à perda auditiva

Tags:

Postagens recentes

Aparelhos auditivos

Procura por aparelhos auditivos cresce 61% no primeiro semestre

Depois de registrar queda no ano passado por causa da pandemia do novo coronavírus, a procura por aparelhos auditiv…

Saiba mais

Aparelhos auditivos

Qual a frequência ideal para a revisão do aparelho auditivo?

O aparelho auditivo é um equipamento formado por componentes eletrônicos de última geração. O dispositivo tem u…

Saiba mais

Saúde auditiva

Mais de 75% das pessoas que sofrem de zumbido não recebem tratamento

O zumbido no ouvido afeta milhares de pessoas de todas as idades. O problema é que a maioria absoluta das pessoas q…

Saiba mais
Voltar ao Blog

Nossas unidades Encontre a unidade mais próxima de você

Nossas unidades Encontre a unidade mais próxima de você

Asa Sul

SEP/Sul 710/910,Ed. Via Brasil, Lojas 42/44/46,
(61) 3443-1042. (61) 9 9928-8484

Lago Sul

Gilberto Salomão, QI 05, Bloco B – Loja 16
(61) 3248-1395 (61) 9 9809-8484

Taguatinga

ST C Norte AE 09 – Módulo B, Loja 07 – Centro Médico, Hospitalar Anchieta
(61) 3562-4313 (61) 9 9989-9911

Pátio Brasil

Setor Comercial Sul, Torre, Bloco A, 7º andar, Sala 701/703
(61) 3224-7075 (61) 9 9860-8484

Asa Norte

Ed. Med Center BLM Loja 40

(61) 3772-2600 (61) 9 8218-7170

Unidade Vitrium

Centro Médico Vitrium Setor de Grandes Áreas Sul 613/614 L2 Sul, S 05, ao lado do complexo do Hospital Sírio Libanês

(61) 3346-8725 | (61) 99970-3547

Entre em contato Fale conosco!