Como evitar a perda auditiva no mundo barulhento em que vivemos?

A vida moderna deixou o mundo cada vez mais barulhento e nos trouxe um desafio: como preservar a saúde auditiva e evitar a surdez precoce? Sons intensos e constantes causados por situações rotineiras, como por exemplo trânsito carregado, fábricas, sirenes e música em alto volume, podem danificar as células sensoriais auditivas e levar a perda de audição. Quando danificadas, essas células não se regeneram. Entenda melhor neste artigo como se proteger da poluição sonora!

Qual é o nível de barulho que o nosso ouvido é capaz de suportar sem riscos?

Estudos científicos apontam que 85 decibéis (dB) até 8 horas é o nível máximo de exposição sem riscos a que um ser humano pode se submeter. Para se ter uma ideia, as britadeiras têm nível de som de 100 decibéis, os shows de rock podem alcançar níveis de 110 a 120 decibéis e uma rua com trânsito carregado atinge 90 decibéis. No entanto, o mesmo som intenso pode ser facilmente produzido em atividades cotidianas, como ouvir música com fones de ouvido.

Como estamos acostumados a esses barulhos, não nos damos conta do risco da poluição sonora à audição. Porém, a exposição prolongada pode causar perda auditiva temporária ou permanente, além de outros problemas de saúde, como agressividade, falta de atenção, pressão alta, estresse e insônia.

Sinais de que sua audição está prejudicada

Um dos sintomas mais comuns de dano auditivo por ruído é o zumbido – barulho insistente e incômodo, quando não há nenhum ruído no ambiente, e que se assemelha ao som de cachoeira, sino ou apito. Outros sinais que podem surgir são dores de ouvido, irritação com sons altos e redução da capacidade auditiva.

O incômodo pode ser grande a ponto de causar dores de cabeça e até efeitos psicológicos. Caso sinta alguns desses sintomas, é preciso procurar um especialista o mais rápido possível. Quanto antes o tratamento for iniciado, melhores serão os resultados.

Preservando sua saúde auditiva

O recomendado, entretanto, é a prevenção e simples ações podem ajudar a preservar sua audição: não escutar vários recursos sonoros ao mesmo tempo; manter a música em volumes baixos; não usar fone de ouvido por mais de uma hora por dia e limitar o volume a, no máximo, 60% de sua capacidade. Além disso, a utilização de um protetor auricular ou outros instrumentos de proteção auditiva reduzem os riscos.

Na ParaOuvir você encontra uma grande variedade de protetores auditivos, indicados para cada atividade ou ruído. Além disso, oferecemos todos os tipos de aparelho auditivo disponíveis no mercado e contamos com uma equipe capacitada de fonoaudiólogos, prontos para a ajudar a restaurar a sua audição. Agende uma visita a uma de nossas unidades!

Leia também: Fique alerta! Conheça os sinais de perda auditiva

Share

Leave A Comment