Como identificar os sinais da perda auditiva?

Alterações na audição são comuns à medida que as pessoas envelhecem. No entanto, o início de um problema auditivo relacionado à idade é sutil e ocorre gradualmente.

Dependendo do grau da perda auditiva, os sintomas podem variar de dificuldade ocasional para entender as palavras até a incapacidade de se comunicar com os outros, provocando o isolamento social.

Conheça os sinais da perda auditiva e as primeiras dificuldades encontradas pela deficiência. Vamos lá?

Os principais sinais da perda auditiva

Pessoas com perda de audição e que não buscam tratamento são mais propensas a se sentirem isoladas, ficarem deprimidas, e apresentarem problemas de memória no futuro. Além disso, aumenta o risco de desenvolverem algum tipo de demência. Entenda melhor neste outro artigo: Perda auditiva aumenta o risco de desenvolver demência

Se algum dos sintomas abaixo lhe parecer familiar, consulte um otorrinolaringologista e peça a realização de um teste de audição.

Dificuldade de ouvir vozes de crianças e de mulheres

O envelhecimento do corpo humano afeta, também,  a cóclea, um órgão do ouvido interno que ajuda a ouvir. As células sensoriais da cóclea são organizadas por frequência. Elas captam tanto os sons graves como os agudos. No entanto, o envelhecimento começa pela perda das células das regiões responsáveis pelos sons agudos. Ou seja, os sons agudos são geralmente os primeiros a falhar em idades avançadas.

Como, de modo geral, os sons consonantais são agudos, surge a dificuldade na compreensão em conversas, principalmente quando temos barulhos no ambiente em que estamos tentando escutar.  Você pode, ainda, perder a capacidade de escutar o bipe de um forno microondas ou grilos cantando à noite, por exemplo.

Zumbidos no ouvido

Um sinal precoce de perda auditiva é um som no ouvido que não tem origem no ambiente. O som geralmente assume a forma de um zumbido, ruído ou assobio. Quando ele se torna mais perceptível e é mais frequente ou constante, isso pode indicar que existe algum problema no seu ouvido interno.

Entretanto, apesar de ser normalmente associado a perda auditiva, o zumbido também pode ter outras causas.

Televisão ou rádio com volume alto

Caso algum membro da família ou amigo se queixe que o volume de algum aparelho está alto demais, quando você mal está compreendendo o que está sendo dito é um sinal que você pode ter ou que pode estar desenvolvendo a perda auditiva.

Dificuldade para conversar em locais barulhentos

Se você tiver problemas para ouvir em locais mais barulhentos, como shoppings, feiras e restaurantes e, principalmente, para ignorar o ruído de fundo e ouvir a fala das pessoas ao seu redor, pode ser um sinal de perda auditiva ou, ainda, de um DPAC (Distúrbio de Processamento Auditivo Central).

Necessidade de pedir para que outros repitam o que dizem

Se você pede rotineiramente às pessoas que repitam o que elas acabaram de dizer, diminuam a velocidade quando elas estão conversando ou aumente o volume com que elas falam, existe a possibilidade de que não esteja escutando normalmente.

Essa dificuldade também é muito comum em conversas ao telefone. Se você acredita que isso ocorre com frequência há uma chance de você ter um grau de perda auditiva.

Cansaço mental

Quando você não consegue ouvir todos os sons da fala, seu cérebro precisa preencher as lacunas para entender o que os outros estão dizendo. Isso requer muito foco, especialmente quando há mais de uma pessoa falando por vez. Todo esse esforço pode deixá-lo cansado, principalmente, depois de eventos sociais.

Se tudo isso lhe soa familiar, agende uma consulta com o seu médico. Check-ups regulares são a melhor maneira de saber como está sua saúde auditiva. Inclusive, um check-up uma vez por ano é indicado, mesmo que você ou seus familiares não apresentem sinais da perda auditiva.

Caso receba um diagnóstico de perda auditiva, o uso de aparelhos auditivos pode lhe ajudar a tratar essa condição.

Gostou das dicas para identificar sinais da perda auditiva? Você sabe a importância de escutar com clareza? Leia também: A importância de ouvir: qualidade de vida e contato com o mundo.

Share

Leave A Comment