"

O que causa a perda auditiva?

É comum as pessoas pensarem que a perda auditiva ocorre apenas na velhice ou que é causada por predisposição genética. No entanto, outros fatores também podem levar à redução na capacidade de ouvir.

Neste artigo, você vai conhecer as causas mais comuns da perda auditiva e aprenderá algumas formas de contorná-las. Vamos lá?

Os principais motivos que levam à perda auditiva

São muitas as causas para a perda auditiva. Ela pode ser hereditária ou apenas fazer parte do processo de envelhecimento. Pode ser desencadeada por uma explosão com ruído alto, por infecções, por efeitos de toxinas ou até mesmo por lesões.

A boa notícia é que, independente da causa, existem soluções para corrigir com sucesso a maioria dos tipos de perda auditiva. Conheça, abaixo, as causas mais comuns e o que pode ser feito para evitar a perda auditiva.

Ruído excessivo

A exposição excessiva a ruídos altos é uma causa comum de perda auditiva. O mundo atual é muito barulhento. O ruído pode vir do vizinho, do ambiente de trabalho ou da exposição voluntária a sons muito elevados, por exemplo, em shows, boates, discotecas, por aparelhos de som ou por fones de ouvido.

Normalmente, a perda auditiva induzida por ruído é indolor e acontece ao longo do tempo. O perigo disso é que a maioria das pessoas negligenciam a forma como se expõem a barulhos por não lidarem com consequências imediatas. Mas, vale ressaltar: o som alto pode chegar a causar perda auditiva permanente. Sendo assim, dentro do possível, como no controle do volume de uma música, preserve sua saúde auditiva.

Os níveis de ruído recomendado não devem exceder os 85 dB. Se ele for mais alto, reduza o ruído ou use proteção auricular. Até mesmo medidas de redução de ruído, como com o uso de carpetes ou revestimentos de parede, podem minimizar a poluição sonora dentro de uma casa. No trabalho, use os protetores auriculares se é preciso trabalhar com ferramentas ou máquinas barulhentas.

Doenças e infecções

As infecções de ouvido geralmente são de origem bacteriana e ocorrem principalmente em crianças. Esses casos exigem cuidado redobrado e, obrigatoriamente, devem ser tratados imediatamente pelo médico otorrinolaringologista.

Algumas doenças da infância, como sarampo, coqueluche e caxumba, também podem causar surdez. Dessa forma, os pais precisam se atentar ao calendário e vacinar seus filhos no período certo.

Medicamentos

Alguns medicamentos, como antibióticos, diuréticos e drogas quimioterápicas, podem facilitar a perda de audição. Por isso, uma vez que perceba uma redução em sua capacidade de ouvir, é importante que busque um tratamento com um otorrinolaringologista e que fale abertamente sobre os medicamentos que você toma regularmente ou que já tomou durante certo tempo.

Velhice

A perda auditiva é uma consequência natural do envelhecimento. A capacidade auditiva piora a partir dos 40 anos e, ao chegar aos 80 anos, mais da metade das pessoas sofrem de perda auditiva significativa.

Com o passar dos anos, a fala de outras pessoas pode começar a soar abafada ou pouco clara. Você terá que pedir às pessoas para repetirem o que disseram ou para aumentar o volume de aparelhos para conseguir escutar direito.

A perda auditiva relacionada à idade ocorre com mais frequência nos dois ouvidos, afetando-os igualmente. Como a perda é gradual, muitos não percebem os sinais de que está perdendo sua capacidade de ouvir.

Dentre as causas de perda auditiva relacionada à idade, geralmente ela surge de alterações no ouvido interno ou das vias nervosas que vão até o cérebro. Essas alterações são do próprio processo de envelhecimento.

A importância do tratamento

Apesar de ser um problema de saúde potencialmente debilitante, muitas pessoas demoram a procurar tratamento por negação, medo, constrangimento ou por falta de conhecimento. A perda auditiva não tratada tem sido associada a uma série de outros problemas de saúde, tanto físicos como psicológicos, incluindo declínio cognitivo, ansiedade, depressão e aumento do risco de tropeços e quedas.

Geralmente, as pessoas com deficiência auditiva têm dificuldade para conversar no dia a dia e, por isso, podem começar a se ausentar da interação social e da prática de atividades que sempre gostaram de realizar.

Desfrutar e interagir com os outros é o melhor motivo para procurar tratamento auditivo. A perda auditiva é bem compreendida na comunidade médica, visto que já existem tratamentos eficazes disponíveis para ela. Entre eles, o uso de aparelhos auditivos.

Você tem enfrentado algum problema em sua audição? Então, conheça a história da Eunice e veja como ela superou a perda auditiva com um aparelho auditivo!

Share

Leave A Comment