"

Projeto ParaOuvirBem doa aparelhos auditivos e transforma vidas

Me sinto muito feliz. Sem o aparelho auditivo eu não escuto nada, mas agora sinto que nasci de novo”, afirmou Sebastião Francisco de Souza, de 73 anos. O idoso foi um dos beneficiados na terceira edição do Projeto ParaOuvirBem, que aconteceu no dia 30 de novembro. O projeto entrega aparelhos doados a pacientes carentes com diagnóstico de perda auditiva, indicados por médicos e parceiros.

Morador do interior do Piauí, seu Sebastião vestiu sua melhor roupa e veio a Brasília especialmente para receber os aparelhos auditivos. A doação para o idoso foi intermediada por seus filhos e netas com a ajuda de Lorena Sodré, que soube da história do piauiense no final do ano passado e desde então batalhou para ajudá-lo.

“Tenho um projeto de mães, que tem a finalidade principal de ajudar vidas. Conheci o seu Sebastião no ano passado. Ele é uma pessoa muito alegre e me disse que tinha tudo e que só queria voltar a ouvir. Fiquei sabendo do projeto e através dele consegui a doação”, explicou Lorena. Além do idoso, ela ajudou a viabilizar a doação do aparelho auditivo para Maria de Lurdes e quer ajudar outras pessoas a voltar a ouvir. “Foi uma felicidade dupla. Agora pretendo encontrar outras pessoas e doadores. Já tenho seis pessoas interessadas em receber doações na próxima edição”.

Além de seu Sebastião, dezenas de pessoas foram beneficiados com a doação de aparelhos auditivos e voltaram ouvir os sons que o mundo tem a oferecer. Uma delas é a pequena Júlia, de 10 anos, que tem deficiência bilateral. Márcio de Souza Santos, pai de Júlia, contou que ela convive desde pequena com dores no ouvido. No entanto, a perda auditiva foi diagnosticada apenas há dois anos. Agora, ela vai poder ouvir com clareza e terá uma nova vida. “Foi difícil conseguir o aparelho, mas agora ela ganhou. Se você visse a alegria dela!”, comemorou o pai orgulhoso.

A entrega dos aparelhos auditivos só foi possível graças a pessoas como Cecília Bedetti, de 78 anos. Ela doou seus aparelhos após trocá-los por um outro modelo mais moderno. “Quando fiquei sabendo do projeto, não pensei duas vezes. Essa ideia de ajudar as pessoas que não têm condição de comprar um aparelho é muito boa. Se puder vou doar de novo”, disse a idosa, que fez questão de entregar os aparelhos pessoalmente.

Projeto

O Projeto ParaOuvirBem foi idealizado pelo Grupo ParaOuvir em 2016. O objetivo é dar uma nova utilidade aos aparelhos auditivos que não estão sendo utilizados após serem trocados por novas tecnologias e ajudar outras pessoas a ouvir.

“Nossa missão é transformar a vida dessas pessoas e fazer a diferença a quem mais precisa. O objetivo da ParaOuvir é continuar fazendo esse projeto por muitos anos”, afirmou Janaina Mundim, diretora do Grupo ParaOuvir. “Quero agradecer aos pacientes que doaram seus aparelhos e a agradecer também a nossa parceira Phonak. E dizer para quem tem um aparelho na gaveta, tirar. Juntos mudaremos vidas!”

Leave A Comment